Typ 12 e Typ 32

Ainda em 1931 a Zündapp, fabricante de motos, decidiu se arriscar na ideia do carro popular alemão. Eles encomendaram ao escritório de Porsche (Konstruktionbüro) a construção de um protótipo de carro popular. Porsche construiu três protótipos (na verdade a mecânica foi fornecida pela Zündapp e as carrocerias pela Reutter) que foram batizados de "Tipo 12".

Réplica do Zündapp "Typ 12", um dos protótipos de Porsche, que mais tarde daria origem ao Fusca.

 

 

Porsche estava bastante entusiasmado com o projeto. O carro era compacto, com motor traseiro radial de cinco cilindros (semelhante a motores aeronáuticos), 1200cc, e contava com uma carroceria aerodinâmica, para reduzir a potência necessária e o tamanho do motor.

 

Os primeiros modelos ficaram prontos em 1932, no entanto a Zündapp que estava com problemas financeiros rompeu o contrato e Porsche ficou com um dos carros. Infelizmente nenhum dos protótipos sobreviveu à guerra.

 

Porsche, porém, já havia negociado com outro fabricante para desenvolver um "Volkswagen". Seguindo a tendência da Zündapp, a NSU decidiu entrar no ramo automotivo. Porsche valeu-se então das lições aprendidas no projeto anterior e das ideias que ficaram mais refinadas.

NSU TYP 32

 

O modelo da NSU acabou ficando bem semelhante ao Fusca como o conhecemos. Tinha um motor de quatro cilindros boxer, suspensão por barras de torção e o óbvio formato aerodinâmico. Apesar do refinamento do projeto a NSU não conseguiu o capital necessário para iniciar sua linha de automóveis e em 1933 desistiu do projeto. Porsche, que sempre construía 3 protótipos mais uma vez manteve um (hoje no museu VW). A contribuição desse modelo seria valiosa mais tarde, principalmente na hora de escolher o motor do Fusca.